Bem vindo à página pessoal de Claudio Brasil

Claudio Brasil é físico e mestre em tecnologia nuclear. Astrônomo amador desde 1976, foi um dos fundadores da REA Rede de Astronomia Observacional, sendo membro do seu conselho diretor e coordenador da Área de Planetas Inferiores, tendo conduzido estudos sobre o Efeito Schroeter em Vênus. Atuou na pesquisa SETI, é um dos pioneiros do Projeto Argus e foi o coordenador brasileiro da SETI League até 2001. Desde 2000 dedica-se ao estudo da Transcomunicação Instrumental (contato com outros planos da existência através de isntrumentos), especializando-se na análise fonética dos audios paranormais. Teve avistamento de OVNIs, dois deles registrados em vídeo. É um dos diretores do IPATI (Instiuto de Pesquisas Avançadas em Transcomunicação Instrumental), assesor da EBE-ET (Entidade Brasileira de Estudos Extraterrestres) e consultor da Revista UFO.

Foto Anômala em Teresópolis

No final desse ano, numa série de fotografias tiradas durante minhas férias na região serrana do Rio de Janiero, obtive, acidentalmente uma foto anômala. Trata-se de uma fotografia de paisagem, tirada na cidade de Teresópolis, onde se nota um filamento branco que sobe (ou desce?) em direção ao céu e termina em uma estranha e enigmática esfera preta. Quando a foto foi tirada, nada foi observado. O tempo estava bom. Não havia chuva nem neblina. O que a câmera registrou?



ORBs: mistério que deve ser estudado
Orbs são aquelas esferas de luz que aparecem com frequência nas fotografias digitais. A explicação usual é que são meros reflexos do flash em partículas de poeira, mas isso não explica a totalidade dos fenômenos. Por essa razão penso que os orbs devem ser estudados pois existe algo mais nesse fenômeno do que aparece à simples vista. Um de meus projetos atuais é o de estudo dos orbs com fotos e vídeos.